Portfolio em 2020/03/08

em

Passaram duas semanas desde a última atualização do meu portfólio, pelo que é altura de nova atualização.

Nestas últimas duas semanas, a preocupação em torno do surto do novo coronavírus e das suas consequências aos vários níveis fez o mercado cair significativamente. Quase tanto como o meu clube de futebol preferido.

A queda dos mercados fez anular todos os ganhos que tinha anteriormente e já estou em terreno ligeiramente negativo, que só não é mais negativo devido à valorização verificada nas ações da Apple, que são as que tenho há mais tempo.

O panorama atual está representado na seguinte tabela, composta pelas seguintes colunas:

  • Produto – Nome do produto (para já apenas ações)
  • Qnt. – Quantidade de ações no portfolio
  • Preço $ – Cotação atual de uma ação em USD
  • Custo Médio $ – Custo médio das ações em USD
  • Valor € – Valor atual em Euros
  • L/P não realizados € – Lucros ou perdas não realizados em Euros. Indica, na prática, quando ganharia ou perderia se vendesse as ações hoje.
  • L/P total € – Lucros e perdas totais. Incluí, além dos lucros e perdas não realizados, também os dividendos recebidos, os custos de transação e vendas parciais anteriores.
ProdutoQnt.Preço$Custo Médio$Valor€L/P não realizados€L/P total €
3M2153,53165,48272,1-25,45 
(-8,55%)
-23,76
ABBVIE588,6788,18392,87-0,24 
(-0,06%)
3,81
AT&T1237,0137,775393,55-16,38 
(-3,99%)
-12,62
Altria1042,1250,24373,24-80,64 
(-17,76%)
-74,79
Apple2289158,53512,18+234,76 
(+84,62%)
240,07
Chevron395,28114,3666253,29-56,57 
(-18,25%)
-54,85
Energy Transfer4210,2112,75379,99-97,50 
(-20,42%)
-90,78
General Mills854,7852,74388,34+12,15 
(+3,23%)
14,63
Johnson & Johnson3142,21128,2378,05+32,96 
(+9,55%)
34,63
Pfizer1235,0336,147372,49-20,28 
(-5,16%)
-15,06
Philip Morris487,2780,14309,33+21,42 
(+7,44%)
25,09
Realty Income276,6579,5135,84-7,63 
(-5,32%)
-7,09
Wells Fargo737,1447,17230,38-69,47 
(-23,16%)
-67,28
Total-28,00
Semana anterior:538,97
Diferença quinzenal:-566,97

Assim, conclui-se que em apenas duas semanas, o meu portfólio desceu 566,97€, ou seja, 13%.

Quando decidi adotar a estratégia de investir em ações de crescimento de dividendos e investi neste portfólio, sabia que os marcados estavam em máximos históricos pelo que, garantidamente, iriam corrigir mais cedo ou mais tarde. Foi mais cedo.

Investir em ações individuais implica uma certa tolerância ao risco pois temos que resistir aos efeitos psicológicos que têm as oscilações das cotações e que, por vezes, resultam em impulsos que nos fazem desviar da nossa estratégia e, consequentemente, perder dinheiro.

Quando as coisas correm bem e o mercado está em alta, é fácil convencermo-nos que, quando descer, nos vamos manter fieis à estratégia definida, mas só quando isso acontece é que somos realmente postos à prova.

Como esta é a minha primeira descida a sério, quero partilhar convosco o meu estado de espírito atual e a forma como estou a encarar esta queda.

Em primeiro lugar, estou convencido de que a queda não vai ficar por aqui. Ainda estamos muito no início desta crise e ainda ninguém sabe realmente o impacto que este vírus vai ter na economia.

Publicidade

Parece-me que as medidas que estão a ser implementadas por esse mundo fora para combater a propagação do vírus, com cidades inteiras isoladas, os cancelamentos de eventos, várias instituições e empresas encerradas, as quebras no turismo, etc. irão provocar uma contração económica significativa e a consequente vaga de despedimentos que provoca e que já começou a ser anunciada, especialmente pelas companhias de aviação.

Já se fala em falta de diversos produtos de consumo como telemóveis, cartões para fabricar os cartões de débito e crédito bancários, etc.

Não quero minimizar os restantes impactos, nomeadamente os relativos à saúde de todos, mas este artigo é sobre investimentos e, por isso, quero centrar-me apenas nessa vertente. Espero que todos possamos ultrapassar esta situação sem consequências para a saúde que é o que temos de mais importante.

Como a minha estratégia se centra nos dividendos e não tanto na valorização das ações, esta descida dos mercados abre boas possibilidades de compra de ações de boas empresas a preços mais acessíveis.

É importante lembrar que, se o valor do dividendo de uma ação se mantiver, a queda da cotação faz subir o yield do dividendo. Por exemplo e simplificando, se uma ação custava 100€ e pagava um dividendo anual de 4€, ao adquirir 1 ação dessa empresa por esse preço vamos ganhar 4% brutos ao ano em dividendos. Se, entretanto, o preço da ação desce 50% para 50€ e ela continua a distribuir os 4€ de dividendos por ação, ao investirmos os mesmos 100€, iremos poder comprar 2 ações da empresa e obter 2×4€ em dividendos, ou seja, iremos ganhar 8% brutos em dividendos.

Como os negócios se ganham no momento da compra, esta descida é ótima para quem tem dinheiro reservado para investir ou para quem investe um valor fixo todos os meses pois, como o mesmo montante, vai poder adquirir mais participações.

É este o meu estado de espírito atual. Sinto que existem agora melhores oportunidades para fazer bons negócios do que as que existiam há um mês atrás. Tenho este sentimento positivo porque invisto maioritariamente em empresas enormes, que já passaram por situações como esta anteriormente e que mantiveram o crescimento dos seus dividendos apesar dos tempos mais difíceis.

Para manter uma atitude positiva ajuda bastante acompanhar outros blogs de pessoas com a mesma estratégia, pois o estado de espírito de uns contagia os outros e há bastante gente que já passou por situações como esta anteriormente e partilha a sua experiência.

Por mim e para já, a descida das cotações das empresas em que investi não me está a proecupar pois não tenciono vendê-las. Estou a investir para obter os dividendos mensais como um complemento da reforma. Se tudo correr como esperado, as ações ficarão para os meus filhos quando eu já cá não andar e tenho a certeza absoluta que o mercado irá recuperar. Historicamente sempre recuperou.

RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá RB!
    Acho que temos o mesmo clube de futebol..

    Em relação à queda, isto hoje (segunda-feira) está cheio de surpresas… Tenho um pouco de caixa, vou esperar um pouco para comprar.
    Já agora duas perguntas:
    Quando reinvestes os dividendos ou outra quantia de dinheiro, compras sempre acções das empresas que já tens?
    Em relação a blogues, apenas conheço o teu, este (https://taofinance.pt/) e este (https://dividendathlete.com/).
    Caso conheças mais, partilha porque adoro ler sobre o assunto!

    Cumprimentos

    • Olá Tânia,

      Sim, isto hoje está bravo. E penso que vai continuar a descer durante os próximos meses. Já li uma opinião que a recuperação, a acontecer, nunca será antes de Junho, mas ninguém sabe, claro. Para já também vou aguardar por tempos mais favoráveis.

      Os dividendos na DeGiro caem numa especie de conta à ordem e quando reforço mensalmente a conta, fica tudo junto e é utilizado na próxima compra, por isso, não reinvisto na mesma empresa que distribuiu os dividendos. Até porque os meus dividendos ainda são pequeninos e não dão para comprar ações inteiras (a DeGiro não permite comprar frações de ações).

      Em relação aos blogs que sigo, estão na página Recomendações daqui do blog. Logo vou ver se a consigo atualizar pois não está completa.

      Cumprimentos,
      RB

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES