Objetivos de Investimento para 2020

em

O fim do ano é altura para rever o que aconteceu no ano em que termina e traçar objetivos para o ano que está prestas a iniciar. Vou então dar a conhecer os meus objetivos de investimento para 2020.

No que diz respeito à minha estratégia de poupança e investimento, este foi o ano zero e apenas decorreram 3 meses desde que foi implementada. Não é tempo suficiente para se poder tirar grandes conclusões do que correu bem e do que poderia ter corrido melhor.

Se não teve oportunidade de ler os meus artigos mais antigos, resumidamente, a minha estratégia de investimento assenta em poupar e investir um valor mínimo mensal em ações americanas que paguem dividendos e reinvestir esses dividendos, que nestes primeiros anos serão baixos, noutras ações e assim sucessivamente, dando tempo aos juros compostos (neste caso dividendos) para fazerem a sua magia.

Os objetivos de investimento para 2020 serão os primeiros em que tento fazer uma previsão e atingir metas para um ano inteiro. Muita coisa pode acontecer e os desvios poderão ser grandes, mas de certeza que irei ganhar expriência e aprendizagem que me serão úteis para os anos seguintes.

Quais são então os meus objetivos de investimento para 2020?

Poupar e investir em média aproximadamente 15% do meu rendimento líquido mensal, ie, 300€ todos os meses. Com base numa taxa média de divididendo de 3%, os objetivos para 2020 ficam assim delineados:

Objetivos de investimento 2020

Irão existir meses em que não consiga atingir esse valor de poupança como também existirão (vou fazer por isso) meses em que consiga ter uma poupança superior, mas no fim do ano espero que o valor poupado e investido na minha estratégia de investimento seja, no mínimo, 3.600€.

Neste valor não serão incluídas poupanças que eu não queria investir em bolsa. Isto porque há muito que se fala numa possível recessão ao virar da esquina. Pode ser amanhã ou daqui a anos, mas estamos realmente já há uma quantidade anormal de anos consecutivos de crescimento econónimo, pelo que a cada ano que passa a probabilidade da tal recessão acontecer é cada vez maior.

Esta recessão, a acontecer, não me irá fazer deixar de cumprir a minha estratégia. Antes pelo contrário. Se o mercado acionista se ressentir, o preço das ações vão baixar e vai-me permitir comprar mais ações com o mesmo dinheiro. Os americanos chamam a isto DCA (Dollar cost averaging) e basicamente consiste em investir sempre uma quantia pré-estabelecida num ativo. Quando o mercado sobe, o nosso portfolio vale mais mas, como as ações estão mais caras, o investimento atual permitirá comprar menos unidades. Quando o mercado desce, o valor do nosso portfolio também decresce mas conseguimos comprar mais.

A minha estratégia não tem como objetivo a valorização das ações (embora seja bom que valorizem), mas sim pelo recebimento de dividendos, pelo que quanto mais baratas as ações estiverem, mais barato me fica cada euro de dividendo que compre.

Para poder aproveitar essa previsível baixa dos preços em breve, convem também ter uma reserva de dinheiro pronta para investir e aproveitar as aportunidades quando elas surgirem. É também um objetivo meu ir construindo esta reserva de dinheiro com o que conseguir poupar para além dos 300€ que irei investir mensalmente.

Ao mesmo tempo que vou implementando a minha estratégia de investimento, irei também tentar descobrir e aplicar novas de formas de poupar de forma a tentar, não só cumprir os objetivos traçados para o novo ano, como também superá-los.

Vamos ver como corre.

RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

2 COMENTÁRIOS

  1. Dica e se, em vez de ver o que poupou no final do mês, retirar esses €300 da conta à ordem e colocar numa conta a prazo?

    Isso funcionará como uma dupla barreira psicológica. Por um lado, passa a ver na conta aquilo que realmente tem disponível e se calhar controla um pouco mais as contas e por outro lado, o ter de tirar o dinheiro dessa poupança, acaba por obrigar a uma maior consciência do que está a perder.

    • Olá CristinaS,
      Sim, é isso mesmo que vou fazer. No dia 1 de cada mês esse montante (até agora tinha sido um montante variável), será enviado para a conta da corretora para ser investido.

      Se, no fim do mês, sobrar mais dinheiro, esse então vai ser direcionado para a conta poupança, que não é para investir.

      Muito obrigado pela dica.

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES