Notificações de transações bancárias

em

Cada vez é mais arriscado ter e utilizar cartões de débito e de crédito.

Se possui estes cartões, há uma hipótese significativa que possa estar sujeito a fraude, como milhões de outras pessoas em todo o mundo.

O crescimento exponencial que o comércio eletrónico teve nos últimos anos e, especialmente, nesta altura com o mundo inteiro confinado devido ao Covid, fez aumentar consideravelmente o risco de utilizar estes meios de pagamentos.

Perigos de pagar por meios eletrónicos

Os perigos são muitos e variados.

Por um lado temos a clonagem de cartões efetuadas por máquinas desenvolvidas especialmente para o efeito, em que o nosso cartão é copiado para um em branco para depois ser utilizado sem o nosso conhecimento.

Por outro lado, temos os famosos esquemas de pishing, que utilizam truques de engenharia social para obter dados privados das vítimas. Nestes casos, o ataque é realizado por meio de comunicações eletrónicas, como correio eletrónico ou telefone, em que alguém finge ser um indivíduo ou organização de confiança com o objetivo de obter informações pessoais confidenciais, como credenciais de login ou números de cartão de crédito.

Temos também o perigo dos nossos dados bancários caírem nas mãos de pessoas mal intencionadas, quer seja por inserirmos os dados em sites de comércio eletrónico pouco seguros, quer por roubo de hackers que atacam os sites, quer ainda por não utilizarmos redes seguras quando efetuamos transações eletrónicas.

Podia continuar, mas penso que todos estamos informados sobre estes perigos e quais as medidas que devemos adotar para nos protegermos o melhor possível.

No final do ano passado tivemos o desprazer de passar por uma situação dessas, como descrevi neste artigo na altura.

Numa segunda-feira de manhã, vou fazer a revista às nossas contas, como faço diariamente, e a nossa conta conjunta está praticamente a zeros. Existiam vários movimentos efetuados durante o fim de semana, em França, com o nosso cartão de débito e que totalizavam a quantia de 485 €.

Eu tenho por hábito fazer uma revisão diária às nossas contas mas não ao fim de semana porque os movimentos ocorridos ao sábado e domingo só ficam disponíveis no homebanking à segunda-feira. Foi precisamente nessa altura que os movimentos fraudulentos ocorreram, porque os sacanas sabem dessa limitação.

Não faço ideia de como conseguiram obter os dados do nosso cartão mas o meu banco resolveu o problema e tivemos o nosso dinheiro de volta, embora tenha demorado mais do que um mês e nos ter obrigado a algum trabalho e muito chatice.

Como nos podemos proteger melhor

As medidas que devemos adotar para nos protegermos destas fraudes já deverão ser conhecidas por todos e estão descritas nesta página do Banco de Portugal.

Para além dessas medidas preventivas, é também importante saber o mais cedo possível quando estamos a ser alvo de movimentos fraudulentos, de forma a podermos reagir o mais depressa possível e tentar minimizar os problemas causados.

Nesse sentido, descobri recentemente uma funcionalidade da aplicação para smartphone que o meu banco disponibiliza e que pode ser uma ajuda importante. Provavelmente vocês já conhecem mas eu desconhecia.

Alertas de movimentos

Os dois cartões de crédito que utilizo, de forma a poder usufruir do cashback, enviam notificações por SMS sempre que é feito um movimento, o que me deixa mais tranquilo pois, se for efetuado algum movimento fraudulento, tenho a possibilidade de cancelar imediatamente o cartão. Não me recordo se esta funcionalidade está ativa por defeito ou se fui eu que a ativei quando recebi o cartão.

Para além disso, os dois cartões possuem um sistema de segurança 3D Secure, que envia um SMS com um código para o telemóvel sempre que efetuo uma compra online. Esta opção, em alguns cartões, não está ativa por defeito, pelo que recomendo que confirmem essa situação para os vossos cartões.

Há uns dias estava a pensar neste tema e como seria bom que o meu cartão de débito também tivesse essa funcionalidade, pois foi esse que foi alvo da fraude.

Resolvi, então, vasculhar nas opções disponíveis no homebanking e encontrei a funcionalidade dos alertas.

Esta funcionalidade do banco que utilizo permite selecionar quais os tipos de operações bancárias que queremos que nos enviem notificações, sempre que uma operação ou movimento ocorra.

Também podemos selecionar o que queremos receber por SMS, por email ou ambas.

Depois de configurado agora sou notificado sempre que haja um depósito nas nossas contas, sempre que haja um pagamento, online ou numa loja física, sempre que seja recebida pelo banco uma ordem de pagamento sou avisado com uns dias de antecedência, sempre que seja eftuada uma transferência bancária, etc, etc.

As ordens de pagamento, especificamente, são muito úteis para garantirmos que a conta está devidamente aprovisionada na data em que o pagamento está agendado.

Esta funcionalidade permite-me estar muito mais descansado pois sei quase em tempo real com o que está a acontecer nas contas.

Como disse, provavelmente vocês já conheciam esta funcionalidade mas eu, que sou cliente deste banco há dois anos, só a fiquei a conhecer agora.

Se não a conheciam ou utilizam outro banco, procurem nas opções. Pode ser que também uma funcionalidade semelhante e aconselho a ativarem os alertas que vos façam sentido, pois faz imenso jeito.

Boas compras seguras.

RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

[td_block_16 sort=”popular” td_ajax_preloading=”preload” custom_title=”MAIS POPULARES”]

COMENTÁRIOS RECENTES