Ficar em Casa #3

em

Terceiro dia em casa.

Hoje já é um dia de trabalho, pelo que a IM, como já trabalhava maioritariamente em casa, já está em alta produtividade desde cedo.

Eu ainda aguardo que me sejam dados os acessos necessários para me poder ligar à empresa e trabalhar remotamente, por isso, tenho feito o melhor que posso e que é não atrapalhar.

Dediquei-me a montar o estaminé e ter tudo pronto para quando tiver condições para trabalhar. Verifiquei que o pc portátil que me foi atribuído não tem porta HDMI e, assim, não o posso ligar ao monitor externo que tenho. Vou ter que trabalhar com um ecrã reduzido que, para programar, não é o ideial mas nestes dias o mais importante não é ter as condições ideiais mas sim as mínimas.

Verifiquei também que este corretor ortográfico não reconhece a palavra estaminé, mas aí já não posso fazer nada pois não tenho alternativa.

Agora que temos café, ele está a ser racionado de forma a durar o mais tempo possível sem nos obrigar a ir ao supermercado. Agora cá em casa, cada um pode tomar dois cafés por dia. Eu tomava três mas só o saber que há um limite está-me a dar vontade de tomar mais.

Uma das minhas intenções para estes próximos dias é arranjar uma atividade física que me permita fazer algum exercício e não passar o dia sentado (ou pior, deitado). Ouvi falar nuns exercícios de 7 minutos, disponíveis no Youtube, que se podem fazer em casa e que, ao fim de 175 anos, nos fazem ficar iguais ao Cristiano Ronaldo. Vou investigar para ver se é algo que eu consiga fazer. Se não for, faço apenas as madeixas.

Nestes últimos dias tenho também dedicado algum tempo à culinária. Ainda ontem fui eu que fiz o almoço depois de uma hora a passar a ferro. Só almoçamos às 16h porque eu não sabia que era preciso tanto tempo para picar uma cebola. Lembro-me da IM ter entrado na cozinha e ter-me visto a chorar. Ela perguntou se era da cebola e eu respondi que não. Era de imaginar a descida que os investimentos iriam ter novamente hoje. E estava certo. A bolsa abriu como nos últimos tempos… a descer vertiginosamente.

Pelo que dá para perceber para já, esta pandemia vai afetar o valor dos nossos investimentos mas a própria quarentena também vai impactar o nosso orçamento mensal. Vamos ter mais gastos em hipermercado mas muito menos gastos nas rubricas onde normalmente gastamos mais, restaurantes e transportes.

Só hoje, por não ter ido trabalhar, poupei potencialmente à volta de 20€. Mais ou menos 10€ de gasóleo e portagens por não ter utilizado o carro e mais 10€ por não ter almoçado fora, partindo do princípio que não levava marmita. E, se quiser ser mesmo otimista, por não poder ir ao cinema hoje à noite ainda vou poupar mais 12€.

Faz lembrar a história daquele estudante que entra em casa muito ofegante e o pai pergunta:

  • “João Carlos, porque estás tão ofegante e a transpirar?”
  • “Óhh pai!! Quando saí da escola e olhei para a paragem de autocarro reparei que o autocarro já lá estava e quase a arrancar. Como o próximo autocarro ainda demorava pelo menos meia hora, dei à perna e tentei apanhá-lo. Apesar da corrida não o consegui apanhar por pouco. Então pensei que, como estava trânsito, o iria conseguir apanhar na próxima paragem. Corri o mais rápido que consegui mas falhei por pouco. Pensei que se não foi nessa seria na próxima paragem. Corri bastante mas falhei novamente por pouco. E assim sucessivamente até perceber que já estava aqui perto. Mas olha, não consegui apanhar o autocarro mas poupei 2,40€ do bilhete.”
  • “Filho, poupar 2,40€ não é mau. Mas, se em vez de teres vindo a correr atrás do autocarro, tivesses vindo a correr atrás de um táxi, tinhas poupado 20€”.

E pronto, por hoje é isto. Amanhã será um novo dia, com novos desafios mas no mesmo sítio.

Artigo anteriorFicar em Casa #2
Próximo artigoFicar em Casa #4
RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

[td_block_16 sort=”popular” td_ajax_preloading=”preload” custom_title=”MAIS POPULARES”]

COMENTÁRIOS RECENTES