Ferramentas II – Portfolio Performance

em

No seguimento deste artigo, onde iniciei a descrição das ferramentas que utilizo mais frequentemente para a gestão das minhas finanças pessoais, hoje vou mostrar a aplicação Portfolio Performance.

Esta aplicação é open source e, por isso, gratuita, e engloba um conjunto bastante completo de funcionalidades inerentes à gestão de um portfolio e ao cálculo da sua performance.

Está disponível para Windows, macOS e Linux e as suas funcionalidades mais importantes são:

Manutenção de Portfolio

Depois de criar o portfolio, registando todas as compras, temos logo um ecrã onde é possível visualizar o rendimento em vários prazos de cada um dos ativos que o compõem.

Para adicionar um título ao portfolio basta pesquisar a ação pelo seu ticker e bolsa. A aplicação descarrega, depois, automaticamente as suas cotações históricas.

As cotações de todos os títulos são atualizadas sempre que iniciamos a aplicação e também periodicamente enquanto estiver aberta.

Também podemos criar títulos que não façam parte dos mercados com que a aplicação tem ligação. Por exemplo, criei o produto para os Certificados do Tesouro que não estão cotados em bolsa. Nestes casos, não é possível a atualização automática de cotações, claro.

Gestão de Contas

A aplicação permite a gestão de contas, incluindo depósitos, levantamentos, transferências entre contas, etc. As contas podem ser bancárias ou de brokers.

Quando se realizam compras ou vendas de ativos, recebimentos de dividendos, depósitos de juros, etc, essas operações serão feitas através de uma destas contas.

Juros e Dividendos

Uma funcionalidade que eu considero bastante útil é a visualização dos juros e dividendos recebidos sob a forma de calendário. Podemos visualizar esta informação em mês, trimestre ou ano, para o período que escolhermos.

Publicidade

Temos também a possibilidade de consultar, da mesma forma, os gastos em impostos e taxas.

Performance

Existem vários ecrãs que nos permitem verificar a performance do portfolio, incluindo gráficos, várias métricas e vários filtros à disposição para permitir o ajuste ao que se pretende analisar.

Podemos, por exemplo, incluir ou não as posições fechadas, alterar o período a considerar, analisar a volatilidade e a alocação dos investimentos.

Com os dados inseridos, a aplicação produz gráficos que podemos parametrizar através da seleção do período e dos produtos que queremos incluir, bem como comprar a performance dessa seleção contra um determinado índice.

Neste exemplo, estou a comprar a performance do meu portfolio de ações contra o índice S&P 500.

Configurações

A aplicação permite um conjunto alargado de parametrizações e definições tais como os setores, tipos de ativos, regiões demográficas, etc. Apesar de já virem pré-preenchidas, eu optei por eliminar e criar as minhas, à minha medida.

Estas definições permitem-nos categorizar os ativos e indicar de onde obter as suas cotações.

Podemos, posteriormente, gerar filtrar ou criar gráficos por cada uma dessas categorias.

Neste exemplo, após ter indicado para cada ação, qual o seu sector, posso visualizar este gráfico de alocações e perceber se o meu portfolio está ou não a respeitar a minha estratégia sectorial.

Conclusão

Não fiz uma análise muito exaustiva de tudo o que é possível fazer nesta aplicação. A consulta do seu site permitirá aprofundar todas as funcionalidades que estão disponíveis.

Pessoalmente, considero que ela tem aspetos positivos e negativos, que passo a enumerar:

Positivo

É uma aplicação gratuita, que vive da dedicação do seu criador e que mantém atualizações constantes. Por exemplo, ainda este mês foi disponibilizada a versão em português.

Tem um conjunto de funcionalidades bastante completo e é bastante intuitiva e estável.

Está disponível para várias plataformas.

Negativo

Por ser uma aplicação não comercial, a qualquer momento o seu criador pode deixar de suportar a aplicação e ela pode deixar de evoluir, como tem feito até agora.

Ela necessita ser instalada num PC ou Mac e os seus dados ficam guardados localmente.

Para muitas pessoas isso é uma vantagem pois não confiam os seus dados pessoais em servidores online. No entanto, para mim isso é uma desvantagem pois eu utilizo diversas máquinas diariamente e gostava de poder aceder a esta aplicação de qualquer máquina que estivesse a utilizar. No entanto, percebo que se a estratégia fosse essa, a aplicação poderia deixar de ser gratuita devido aos custos elevados de manter um data center.

Apesar de existir alguma coisa em inglês, a maior parte dos conteúdos, FAQ’s e tutoriais estão escritos em Alemão. Mas não é nada que não se ultrapasse com o tradutor do Google.

Graficamente não é a aplicação mais atrativa.

Eu utilizo esta aplicação há cerca de um ano em complemento à folha de cálculo que vos apresentei no post anterior e estou bastante satisfeito com ela.

Se quiserem experimentar, acedam aqui ao site da aplicação e descarreguem a versão para o vosso sistema operativo. Depois deixem ficar aqui um comentário com a vossa opinião.

Obrigado

RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES