Feliz Dia dos Namorados

em

O Dia dos Namorados, também chamado Dia de São Valentim, é uma data especial na qual se celebra a união entre casais e namorados.

A história do nascimento desta data comemorativa tem, claro, imperadores e bispos.

Na idade média, o mundo estava em guerra e o imperador Cláudio II, acreditando que os solteiros são melhores combatentes (e são, senão a idade do serviço militar faria mais sentido a partir dos 67 anos, depois da malta se reformar e ter mais tempo livre), proibiu os casamentos.

Como já na altura havia malta que só fazia o que queria, o bispo Valentim ignorou as ordens do imperador e continuou a realizar casamentos. Foi descoberto e condenado à morte.

Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, talvez contagiado pelo romantismo da masmorra, o bispo apaixonou-se pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Ok, penso que a história deveria explicar melhor esta parte. Avançando…

Antes da execução da sentença, Valentim escreveu uma mensagem de despedida para a sua amada na qual assinava como “De seu Valentim”. Assim nasceu o S. Valentim.

Hoje em dia, esta data é sinónimo de amor, stress, depilação e jantar fora. Sim, é um dia em que é quase obrigatório para os casais, às vezes um elemento de um casal com um elemento de outro casal, irem jantar fora, e é precisamente isso que me traz aqui…

Eu consigo tolerar os nomes românticos que irão dar, hoje, a um naco de picanha na brasa.

menu-sao-valentim

Quem não gostaria de começar a noite com uma carícia do padeiro?

Os preços que se vão praticar hoje e o tempo que vai demorar o serviço, já me custam mais a engolir, mas o que detesto mesmo, mas mesmo mesmo mesmo, é a distância a que as mesas vão ficar umas das outras.

No Dia dos Namorados, todos os restaurantes da moda se irão organizar para que a sala só tenha mesas para duas pessoas e, de forma a caber o maior número de pessoas e maximizar o lucro, as mesas vão ficar a 3 cm umas das outras.

Desta forma, os casais terão a possibilidade de fazer promessas de amor eterno ao mesmo tempo que fazem novos amigos com os casais do lado.

Já me aconteceu estar a falar sobre determinado assunto e olhar para a mesa ao lado e ver uma desconhecida a acenar a cabeça, em sinal de concordância com o que eu estava a dizer.

Também já me aconteceu estar a tentar ter uma conversa mas ter que fazer uma pausa, pois o gajo da mesa ao lado estava a informar a senhora dele do que lhe ia fazer mal chegassem a casa e não dava para ignorar. Convenhamos, assunto muito mais interessante do que aquele que eu estava a tentar desenvolver.

Se forem apanhados neste cenário de estarem a falar com desconhecidos a ouvir, têm a possibilidade e o dever se fazer aquele teatro em que a mulher diz para o homem:

– Ela: Estás com uma cara! Que se passa? Está tudo bem?

– Ele: Sim, está! Ao ir buscar o carro levei uma seca do nosso vizinho do 2º esquerdo. Diz ele que já papou todas as mulheres do nosso prédio exceto uma…

– Ela: Ahh, deve ser aquela enjoada do 6º andar.

E ver as reações do lado…

Assim, após algumas más experiências, resolvemos comemorar o Dia dos Namorados noutro dia qualquer que não o Dia dos Namorados. Este ano até fizemos o nosso jantar de namorados antes do próprio dia.

Como resultado dessa decisão, temos comido melhor, por muito menos dinheiro e com ambientes muito mais românticos que um conjunto de casais amontoado numa sala, mortinhos por sair dali para ir “tratar de vida”.

Claro que todas as regras têm exceções e acredito que muitos terão hoje uma noite bastante agradável, mas eu não arrisco. O meu programa hoje vai ser um belo jantar com a família, em casa.

Tenho que pagar mais por um jantar porque há uns séculos atrás o bispo Valentim foi para o engate para a prisão?

E vocês? Quais são os vossos planos?

Artigo anteriorAudiolivros
Próximo artigoPortfolio em 2020/02/17
RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

3 COMENTÁRIOS

  1. Hahaha Oh RB não há forma de não rir com os seus posts
    Adoro
    Exactamente pelos mesmos motivos, nós por cá também optamos por ir jantar fora em dia diferente, (este ano vai ser hoje 😛 )

    • Eheheh, fico muito contente por a fazer rir. Podemos falar de coisas sérias de várias maneiras e eu gosto de me rir 🙂
      Às vezes passo é um bocado os limites…

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES