Cookidoo da Bimby

em

Casais, solteiros, homens e mulheres, todos à minha volta se renderam à Bimby. Ela pica, rala, corta, bate, amassa, mói, tritura, pesa, emulsiona e cozinha – dito assim até parece um sonho… Quem usa, diz poupar muito tempo e dinheiro, que é o que se quer! Mas eu devo estar demasiado formatada para os tachos porque nunca me lembro dela…

Quando eu o RB passámos a viver juntos, ele tinha acabado de comprar uma que trouxe no enxoval e, talvez por isso, por não ter sido um desejo de compra meu, nunca me adaptei a ela.

Ao longo destes anos, tem sido uma dor na alma ter esta máquina em casa, que tantos querem e nem todos podem comprar, parada cá em casa. Já fiz várias tentativas para me habituar a usar, mas nunca passei da sopa, leite creme e triturar gelo para as caipirinhas.

Ontem, e após 3 meses a fazer almoço e jantar todos os dias, senti o desespero de já não saber o que cozinhar. Eu não me importo de cozinhar, eu gosto! O meu mal é, saber o que vou cozinhar… Até nos encontrarmos confinados e, consequentemente, em teletrabalho, só cozinhava uma refeição por dia, mas agora são duas pelo que as ideias se esfumam rapidamente.

Em dias de pouca imaginação recorro frequentemente ao nosso melhor amigo google e foi aí que me cruzei com a Cookidoo. Já me tinha registado em tempos e experimentado o mês gratuito, mas não tirei o devido partido da ferramenta.

Já há muito que queria dar uma nova oportunidade à bimby e tirar o proveito que muitos lhe atribuem. Como a anuidade não é nada de extraordinário, 36€, achei que estava na altura de aproveitar e subscrevi o serviço por um ano.

Tem imensas receitas, a pesquisa pode ser feita por receita, tema ou pelos ingredientes que temos em casa. Através dos filtros podemos selecioná-las por grau de dificuldade, tempo de preparação ou total, porções, avaliações de outros utilizadores ou até por ingredientes que não queremos (ex.: excluir algum alimento ao qual sejamos intolerantes).

Outra vantagem é que podemos adicionar as que mais gostamos a coleções que criamos. No meu caso selecionei umas quantas que gostava de experimentar e agrupei nos seguintes temas: acompanhamentos | molhos | sopas | pão e pizzas |carne | peixe | vegetarianas | sobremesas | pequeno-almoço.

Mas imaginemos que vamos dar um jantar de amigos em casa, ou um aniversário, aí podemos criar o tema ex: “aniversário da Joana” e colocamos todas as receitas que pretendemos fazer, desde entradas, prato principal, sobremesas e bebidas. Num só tema agrupamos de forma organizada tudo o que pretendemos servir e transferir para a lista de compras, de forma a não haver esquecimentos no momento das compras.

Plano semanal – já tentei várias vezes fazer este exercício para me facilitar a semana, mas acabo sempre por me perder no meio de tantas páginas de internet. Aqui, criar o plano semanal é super fácil e rápido.  Como as receitas estão todas compiladas na mesma aplicação, basta fazer uma pesquisa pelo alimento que queremos cozinhar e da panóplia de receitas que aparecem, escolher a mais apetecível (seja pela foto, ingredientes que leva ou simplesmente pela avaliação de outros utilizadores). Depois basta clicar na imagem e fazer “adicionar ao plano semanal e escolher o dia da semana em que a queremos fazer” – muito simples, rápido e intuitivo.

Depois do plano semanal feito é só clicar na opção “lista de compras” e a ferramenta adiciona automaticamente todos os ingredientes que necessitamos para elaborar as receitas.

Como a aplicação está disponível para IOS e Android, facilita ainda mais o processo, podemos pesquisar e criar o plano semanal no computador que ao sincronizar com o telemóvel permite ter a lista de compras sempre acessível.

Naturalmente na maioria das vezes já temos grande parte dos ingredientes em casa, e outros são repetidos (ex.: azeite | alho | tomate | especiarias ou outros), nesse caso é só selecionar os itens que já possuímos.

Por último, mas não menos importante, a aplicação permite adicionar qualquer outro artigo. Basta clicar na bolinha verde com o sinal + e escrever o nome do produto que queremos adicionar à nossa lista de compras.

Agora que já gastei o dinheiro, só tenho de meter o dedo no fogão e deixar queimar um bocadinho para me lembrar de pegar na bimby.

Isto vai correr bem!

IMhttps://www.casacomtodos.com
IM, consultora de profissão, esposa e mãe por opção, dona de casa por obrigação. Uma apaixonada pela vida que quando não está a fazer o que gosta, está certamente a fazer o que não gosta.

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES