Como Ganhar Dinheiro com os Cartões de Crédito

em

Continuando o exercício de optimização da minhas finanças pessoais, hoje vou falar de como ganhar dinheiro com os cartões de crédito.

Nunca fui um grande utilizador de cartões de crédito. Não gosto de gastar dinheiro que não me sai imediatamente da conta. Dá-me a sensação que tenho mais dinheiro do que o que tenho realmente.

Normalmente evito as situações que me causam preocupações constantes e usar o cartão de crédito causa-me duas.
A primeira é aquela constante preocupação de não saber ao certo quanto dinheiro tenho. Tenho que andar sempre a fazer contas de cabeça para subtrair ao saldo da conta à ordem o saldo do cartão de crédito.
Depois é a preocupação em não me esquecer de garantir que, no dia do pagamento do CC, o valor a pagar está disponível.

No entanto, ter pelo menos um cartão de crédito é indispensável, quer seja pelas viajens ao estrangeiro, as compras pela internet, etc. etc.

Assim, sempre tive 2 ou 3 cartões de crédito até ao ano passado, altura em que me lembrei de somar as anuidades deles e ter descoberto que estava a pagar cerca de 100€ por ano em produtos que não utilizava.
Cancelei todos e fiquei apenas com um, o que tinha o maior plafond mas também o que tinha a maior anuidade.
Pensei que tinha que ser pois teria que ter um planfond suficiente para as despesas de uma semana de férias no estrangeiro para toda a familia.

Já este ano, colegas no trabalho falaram-me do cartão do WiZink. Nessa altura estavam a oferecer a Apple TV aos novos subscritores que fizessem 300€ em compras com o cartão nos primeiros 90 dias e resolvi aproveitar a oferta.

Um cartão sem qualquer custo de subscrição ou anuidade e que me oferece um gadget que eu gastaria de ter é sempre um bom negócio.

Aproveitei também para cancelar o cartão de crédito que tinha e poupar os cerca de 45€ de anuidade.

Nunca mais pensei no assunto dos cartões de crédito até há cerca de dois meses atrás me terem falado do cartão da Cofidis .
Este é um cartão que oferece cashback.
E o que é o cashback?

Cashback significa “dinheiro de volta”, isto é, o banco ou a instituição financeira que emitiu o cartão de crédito devolve uma percentagem do valor que gastámos com o cartão de crédito.

Publicidade

Investiguei melhor e procurei saber os que os outros diziam sobre este cartão.

É um cartão que não tem custos de subscrição nem anuidades e tem duas opções. A normal, digamos assim, e a “Mais por 1 euro”.

Versão normal Versão Mais por 1€
Custo: 0€Custo: 1€ /mês
1% Cash back em todas as compras. Máx. 100€/ano (exceto fracionados sem juros)
3€ + 3,5%* comissão por levantamentos a crédito (Cash Advance)
3% Comissão por compras (Fora EEE)
0€ Anuidade
0€ Comissão de serviços adicionais “Mais por 1€”
2% Comissão transferência para a conta Mín. 5€ e máx. 50€
0€ Comissão por pagamentos em gasolineiras
Uso Fraudulento
Best price
Proteção de Compras
Saúde
2% Cash back em todas as compras, 1% no pagamento serviços, Máx. 200€/ano (exceto fracionados sem juros)
0€ Comissão por levantamentos a crédito (Cash Advance)
0€ Comissão por compras (Fora EEE)
0€ Anuidade
1€ Comissão de serviços adicionais “Mais por 1€”
0€ Comissão transferência para a conta
0€ Comissão por pagamentos em gasolineiras
Uso Fraudulento
Best price
Proteção de Compras
Saúde para agregado familiar + Cobertura Dentária

De referir que podemos alternar entre estas duas opções no respetivo site.

Resolvi pedir o cartão e seleccionei a opção “Mais por 1€”, pois basta gastar 100€ por mês para o cashback maior pagar o custo e compensar em relação à opção normal.

Estou a utilizar o cartão há mais de um mês e foi agora disponibilizado o primeiro extrato.

Posso ver que por ter gasto 1117,66€ em compras com o cartão, a Cofidis devolveu-me 22.35€ de cashback.

Assim, em vez pagar para ter um cartão de crédito que não usava, agora é o cartão de crédito que me paga a mim para o utilizar.

Há um limite de 200€ por ano, mas ganhar 200€ por ano para usar um cartão, como se diz na minha terra “é melhor do que um pontapé nas costas”.

Em relação às minhas preocupações, já arranjei uma solução para saber ao certo quanto dinheiro tenho disponível a cada momento sem ter que fazer contas.

O meu banco, o ActivoBank, disponibiliza uma opção de criação de contas poupança. São contas virtuais, separadas da conta à ordem, para onde podemos transferir as nossas poupanças.

Criei uma poupança chamada “Pagamento CC” e estou a transferir para lá o valor que gastar no cartão de crédito.
Por exemplo, se hoje fizer uma compra de 50€ com o cartão, ao fim do dia (ainda não decidi se faço isso diariamente ou semanalmente porque tenho falhado alguns dias) vou transferir 50€ da minha conta à ordem para a poupança.

Tenho assim sempre o saldo da conta à ordem correto e não me preocupo em gastar mais do que o que tenho.

Depois criei um lembrete recursivo para me lembrar de colocar o dinheiro de volta na conta à ordem no dia anterior ao do pagamento do saldo em dívida.

Em teoria tem tudo para funcionar. Vamos ver como corre.

Depois de ler vários blogs acerca deste tema percebi que existem outros cartões que nos permitem ganhar (ou poupar) mais dinheiro, se os utilizarmos em conjunto.

Por exemplo, o cartão Cetem Black oferece um cash back de 3% em supermercados, gasolineiras e restaurantes, até um limite de 100€/ano.
Já o pedi, estou à espera que me seja entregue.

Se utilizado em conjunto com o Cetelem, já estamos a falar num limite de 300€ por ano de cashback.

Depois temos ainda o cartão Universo que dá 1% em cartão Continente, etc, etc.

Com um pouco de organização, vou colocar os cartões de crédito a trabalhar para mim em vez de ser eu a trabalhar para eles.

E vocês? Têm algumas dicas sobre como ganhar com cartões de crédito?

Artigo anteriorPoupar na TV Cabo
Próximo artigoCartão Curve
RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

3 COMENTÁRIOS

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES