Balanço das Despesas do Natal

em

Com todas as compras feitas e tudo preparado para a véspera e para o dia, já posso fazer o balanço das despesas do Natal.

Confesso que não sou o maior fã da época do Natal.

Gosto muito da noite da consoada, passada em familia, dos sabores especiais desta época, da alegria das crianças e da sua ansiedade com a abertura dos presentes. Gosto especialmente da visita do Pai Natal e dessa magia, sobretudo aos olhos dos mais pequenos, os que ainda acreditam.

No entanto, até chegar a esta fase, é sempre necessário atravessar todas as outras fases da preparação e é aí que entram as preocupações com as prendas, o não saber o que oferecer a determinadas pessoas, a compra feita online que pode não chegar a tempo, o stress com o trânsito e com o estacionamento, basicamente toda a loucura que se apodera das pessoas nesta altura. Passa o dia de Natal e começa a confusão com as trocas e os saldos, mais trânsito, mais stress… E eu ansioso que chegue o meio de Janeiro.

Mas já foi pior.

Há alguns anos atrás, decidimos passar a oferecer presentes apenas às crianças. Isso reduziu drasticamente o número de presentes a comprar, a agonia de não saber o que dar ao pai e ao cunhado e o dinheiro … “investido”, digamos assim, em presentes.

Para além disso, como já ninguém oferece presentes à criança que há em mim, também deixei de grandes preocupações com as trocas.

Para as crianças mais pequenas, os presentes são relativamente fáceis de comprar. Elas vão fazendo as suas listas de preferências, com base nos catálogos das grandes superfícies comerciais. Nós adultos só temos que nos coordenar para não darmos presentes repetidos.

Os grandes vencedores deste ano foram os jogos para a Nintendo Switch e para a PlayStation 4, seguido das bonecas das coleções da moda.

Os teenagers, esses já não querem presentes. Eles preferem dinheiro para juntarem para o novo iPhone ou iPad. Basta comprar um postal, recheá-lo com umas notas e está o problema resolvido.

Assim, estou confiante que hoje, dia 23 de dezembro, o pior já passou. 

Agora só tenho que ultrapassar o dia de amanhã como um herói e concentrar-me a responder apenas “sim, querida” à minha cara metade que amanhã, como todas as senhoras e muito compreensivelmente, vai andar no stress com as entradas e as sobremesas. Eu vou tentar ajudar no que puder, nem que seja a sair da frente e não atrapalhar.

Assim, vamos a contas das rubricas específicas do Natal. Todas as outras despesas serão avaliadas no fim do mês, na análise mensal.

Então, exclusivamente para o Natal, tinha planeado as seguintes despesas:

 PresentesJantares de Natal
Orçamento500€150€
Gasto597€0€

O gasto superior ao esperado com presentes foi resultante da escolha de um presente que não era o planeado, mas apareceu uma oportunidade que achei valer a pena gastar mais um pouco. Além disso, esse presente deu-me um vale de 50% que terei que gastar comigo. Lá terá que ser…

Relativamente aos jantares de Natal, não tive nenhum. Foram todos adiados para janeiro. Calha bem porque nesta altura o serviço nos restaurantes é péssimo. A comida, os tempos de espera, tudo é melhor noutra altura qualquer que não esta.

Para este Natal, o maior stress já passou. Venha a festa e a alegria.

E vocês? Está tudo pronto?

Artigo anteriorCartão Curve
Próximo artigoLifestyle Inflation
RBhttps://www.casacomtodos.com
Informático, de profissão e vocação, adora fazer caminhadas, correr, ver séries e ler livros de finanças pessoais. Destas, apenas 2 são mesmo verdade.

Deixar um comentário

ATUALMENTE A LER

[td_block_16 sort=”popular” td_ajax_preloading=”preload” custom_title=”MAIS POPULARES”]

COMENTÁRIOS RECENTES